Mais de 550 mil turistas visitaram Foz do Iguaçu no primeiro semestre de 2022

Foto: José Fernando Ogura/ANPr

Turismo doméstico volta a ser um diferencial do município, com visitantes vindos do Paraná e estados vizinhos

O turismo de Foz do Iguaçu segue em ritmo acelerado de retomada. No primeiro semestre de 2022, foram registrados mais de 550 mil turistas no município para visitar o Parque Nacional do Iguaçu. No mesmo período, em 2021, o número de visitantes foi pouco maior que 205 mil pessoas.

As Cataratas do Iguaçu lideram a busca pelos atrativos, com 554.390 visitantes de janeiro a junho; o Parque das Aves ultrapassa as 270 mil visitas; o complexo de atrações da Itaipu Binacional recebeu mais de 218 mil pessoas; enquanto no Marco das Três Fronteiras o número de visitantes já está acima de 180 mil.

Os feriados prolongados também contribuíram para o crescimento das marcas dos atrativos. Quando somados, Corpus Christi, Tiradentes, Páscoa e Carnaval ultrapassam os 100 mil visitantes, apenas no Parque Nacional do Iguaçu.

“Encontrar números de crescimento tão positivos é animador. Foram dois anos de trabalhos intensos, planejando essa retomada que se vê em cada atrativo. Cada um deles fez uma preparação e modificou formatos de atendimento. Vamos seguir com o planejamento necessário para fechar o ano com recordes”, garantiu o prefeito Chico Brasileiro.

Turismo doméstico

Como já é tendência de anos anteriores, o turismo doméstico seguiu em alta. A maior parte dos visitantes é proveniente do Brasil. Os estados que mais se destacaram foram Paraná, São Paulo e Santa Catarina.

Já em relação às visitas internacionais, Foz recebeu pessoas vindas da Argentina, Estados Unidos, Paraguai, França, Alemanha, China, entre outros. Ao todo, foram quase 80 países.

“Estamos atuando em diversas frentes, com a integração entre os setores privados e públicos para que o turismo funcione de maneira conjunta, em uma relação de ganhos a todos, principalmente para a cidade e para os iguaçuenses”, frisou o secretário de Turismo e Projetos Estratégicos, Paulo Angeli.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *