Fundação Cultural assina protocolo de intenção com o governo egípcio para o ensino de dança oriental no Foz Fazendo Arte

O intercâmbio cultural poderá permitir que os arte-educadores do município recebam curso de formação pela Escola Nacional de Dança do Egito

A Fundação Cultural de Foz do Iguaçu e o Conselho Árabe Egípcio para os Direitos Humanos assinaram, na segunda-feira (13), o protocolo de intercâmbio cultural para ampliar o ensino de dança oriental no programa Foz Fazendo Arte. A parceria foi coordenada pela Diretoria de Assuntos Internacionais.

Os representantes da comissão irão levar o documento para Ministério da Cultura do Egito para que Foz se torne referência em dança oriental, com a oferta de cursos pela Escola Nacional de Dança do Egito para qualificar os arte-educadores de Foz.

Atualmente, a professora Nina Nassif é a arte-educadora credenciada e atende a mais de 40 alunas inscritas em dois locais de atendimento – a Estação Cultural João Sampaio e o Centro de Convivência do Idoso.

“Queremos oportunizar e ampliar o acesso da população aos valores do povo egípcio. O apoio do Conselho Árabe Egípcio para os Direitos Humanos possibilita uma oportunidade única de contato direto e junção de parcerias internacionais”, disse o diretor presidente da Fundação Cultural, Juca Rodrigues.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *