Vereadores discutem acessos a BR 277 com o DER

Obras para melhorar o fluxo no viaduto da Costa e Silva, Olímpio Rafain e Mário Filho com a rodovia foram tratadas no encontro com o DER.

Os vereadores Ney Patrício (presidente), Admilson Galhardo e Edvaldo Alcântara se reuniram, na tarde de ontem, 23, com o Superintendente do DER (Região Oeste), engenheiro Charlles Hostins Júnior. Na visita em Cascavel foram debatidos assuntos relacionados aos acessos da BR 277, no perímetro urbano de Foz do Iguaçu.

O primeiro assunto a ser tratado foi o acesso (agulha) para o Parque Presidente II, no viaduto da Costa e Silva, uma antiga reivindicação dos moradores do bairro. “Esse projeto, da forma que foi construído (Viaduto Costa e Silva), foi doado ao DER pelo Fundo Iguaçu, debatido e acompanhado pelo Observatório Social”, disse Hostins.

Ainda na conversa, o superintendente informou aos vereadores que a obra está prevista no acordo de leniência com a empresa EcoCataratas, antiga responsável na concessão dos pedágios. O tema está sendo acompanhado pelo Ministério Público.

“ Através de acordo de leniência a Ecocataratas ficou responsável por obras a serem executadas ao longo do perímetro da BR 277 em várias cidades, inclusive em Foz do Iguaçu. Nos próximos dias vamos buscar mais informações através da Câmara Municipal para sabermos sobre essa questão”, enfatizou o presidente da Câmara Municipal de Foz.

Outro assunto pautado no encontro foi o novo acesso na Avenida Olímpio Rafain, marginal da BR 277, em Três Lagoas. De acordo com Hostins, a obra deverá ser executada metros à frente, nas proximidades da Rua Perpétuo Garcia.

Avenida Mário Filho

Os vereadores solicitaram um novo acesso direto da Avenida Mario Filho para a BR277, o que traria mobilidade e desenvolvimento ao bairro Morumbi (região leste). Nesse quesito, Charles Hostins disse que não haveria empecilho e que a sugestão é bem-vinda.

“Esses acessos municipais sem interferência na rodovia diretamente são bem-vindos e não há nenhuma objeção”, afirmou. Nos próximos dias, os vereadores deverão realizar um estudo de habilidade junto ao Governo do Estado.

CTG Charrua

Sobre a reabertura da rotatória do CRG Charrua, tema que foi exaustivamente cobrado pelos vereadores, o superintendente do DER disse que o órgão é contra a instalação de semáforos e que ainda não existe um projeto para a construção de uma passagem urbana (trincheira) para resolver definitivamente o problema.

“Existe um estudo, mas projeto apontando uma trincheira diagonal ligando a Garibaldi (Vila A) e avenida Raniere Mazili (Parque Presidente) com as devidas soluções de drenagem, ainda não existe”, explicou Hostins.

Saiba mais: https://bit.ly/3lHdUas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *