Campanha vai enfatizar as lutas e conquistas das mulheres ao longo da história

Uma série de atividades artísticas e culturais foi promovida na feirinha da JK neste domingo em homenagem ao Dia da Mulher.

Somente em 1988 a Constituição Brasileira reconheceu as mulheres como cidadãs com os mesmos direitos e deveres dos homens. Desde 1996 é obrigatório que mulheres estejam presentes nas chapas eleitorais, e desde 2005 as mulheres contam com uma central de atendimento telefônico para denunciar a violência.

Essas são algumas das informações que serão repassadas através das redes sociais da Prefeitura de Foz do Iguaçu ao longo deste mês de março, quando se comemora o Dia Internacional das Mulheres.

A campanha, denominada “Mulheridades: Lutas e Conquistas” é uma idealização da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Relações com a Comunidade, Patrulha Maria da Penha, Diretoria de Saúde Ocupacional e CRAM (Centro de Referência de Atendimento a Mulher em Situação de Violência) com o apoio da Diretoria de Comunicação Social.

A proposta, conforme explicou a secretária de Direitos Humanos, Kelly Trento, é enfatizar as batalhas mais importantes vencidas por mulheres ao longo da história do Brasil, além de lembrar a luta pela igualdade de direito entre os gêneros. “Queremos que as pessoas tenham conhecimento dos dados históricos, como por exemplo, a conquista ao voto, a partir de 1932, o direito ao divórcio, em 1977, sobre a Lei Maria da Penha, sancionada em 2006, entre outros momentos importantes da história. As conquistas femininas não param, mas a luta por igualdade de direitos ainda é longa”, comentou.

Os vídeos – que também serão reproduzidos nas páginas da Secretaria de Direitos Humanos – foram gravados com servidoras públicas e representantes da sociedade civil, com expressão e engajamento dentro da pauta feminista.

Programação

Além deste material, a Secretaria de Direitos Humanos organizou uma programação para lembrar as lutas femininas. O primeiro evento aconteceu ontem (06) durante a feirinha da JK, com uma série de atrações artísticas e culturais, como apresentações de dança, show com Manu Candido, yoga, entre outras atividades – todas desenvolvidas por mulheres.

Nesta terça-feira (08), haverá o tradicional café da manhã com as servidoras públicas no auditório da Fundação Cultural. Também serão promovidas, ao longo do mês, palestras sobre a saúde da mulher para os clubes de mães.

Paralelo a estas atividades, a Secretaria da Saúde intensificará as coletas de exames preventivos para mulheres de 25 a 64 anos em todas as 29 unidades básicas de saúde, ao longo do mês de março. A estratégia foi baseada no Marco Lilás, mês de conscientização da prevenção do câncer de colo de útero.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *