Empresários de Foz do Iguaçu comemoram vendas com o Cartão do Material Escolar

Entre 2020 e 2021, Sandra Vanusa Lobaldo viu as vendas da papelaria onde trabalha despencarem. O comércio, localizado na região da Vila Portes, atendia brasileiros e paraguaios, mas com a pandemia e a suspensão das aulas presenciais, as vendas de materiais escolares caíram bruscamente.

Este ano, com o programa Auxílio Material Escolar, lançado pela Prefeitura de Foz do Iguaçu, a empresa conseguiu se reerguer e já comemora as vendas. “Tivemos um aumento significativo nas vendas, muito maior do que o esperado. Ainda não conseguimos calcular a porcentagem, mas podemos dizer que já recuperamos os prejuízos ocasionados pela pandemia”, afirmou.

Sandra revela que os valores disponibilizados pela prefeitura – entre R$ 80 e R$ 180 – são suficientes para aquisição de todos os itens previstos na lista de materiais. “O valor é muito bom, os pais conseguem levar tudo e ainda fazem uma reserva para as tarefas de casa ao longo do ano. São itens de qualidade e que fazem a alegria das crianças”, disse.

Gerente de uma papelaria no centro da cidade, Marlene Marques conta que recebeu clientes de diversas regiões da cidade, o que ajudou a alavancar as vendas. “Para o primeiro ano do programa, estamos muito felizes e satisfeitos. Recebemos famílias do Cidade Nova, Porto Meira, muita gente que antes não comprava com a gente. Esperamos que o ano que vem continue”, comentou.

Dono de uma papelaria em Três Lagoas, Odilei Paeze conta que o comércio ficou mais movimentado com a distribuição dos cartões. “Estamos recebendo bastante gente, muitas pessoas do bairro comprando diretamente aqui, o que é bom pra nós”, resumiu.

Como as aulas na rede municipal começam no dia 21 de fevereiro, as vendas ainda estão acontecendo em diversas papelarias. As famílias também podem escolher mais de uma empresa para fazer as compras.

“Credenciamos nossas três lojas e estamos contentes com as vendas. Adoramos o programa, achamos uma excelente ação para que todos os alunos tenham acesso a educação e materiais de qualidade. A prefeitura está de parabéns pela iniciativa”, disse a gerente de uma rede de papelarias de Foz, Liliane Ribeiro.

Programa

A Prefeitura injetou R$ 4,5 milhões no Programa Auxílio Material Escolar que, além de beneficiar os 25 mil estudantes da rede municipal, ainda contribui para a retomada econômica da cidade. “É um programa que veio auxiliar as famílias, especialmente neste momento tão delicado e de crise econômica, e também faz girar a economia dentro da cidade. Os pequenos negócios, especialmente dos bairros, foram os mais prejudicados durante a pandemia”, afirmou o prefeito Chico Brasileiro.

Até agora, 27 papelarias de todas as regiões da cidade estão cadastradas no programa. O credenciamento segue aberto através do site da Prefeitura e tem a vigência de 12 meses.

Fotos: Christian Rizzi/PMFI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *