Eleições na Fundação Nosso Lar sinalizam para a renovação de uma instituição pioneira de assistência social de Foz do Iguaçu

Quem mora em Foz do Iguaçu já ouviu falar alguma vez dessa tradicional casa de acolhimento de crianças e adolescentes. A Fundação Nosso Lar é uma instituição de assistência criada nos anos noventa pelo padre Arturo Paoli, missionário da Congregação dos Pequenos Irmãos de Jesus, que por onde andou se dedicou a apoiar os mais desvalidos e necessitados.

Com inspiração cristã e amor ao próximo, a atuação do padre Arturo se destacou por abraçar os preceitos da teologia da libertação, doutrina com base na qual ele atuou nos países da América do Sul onde esteve antes de se fixar em Foz do Iguaçu, voltando-se para as famílias dos migrantes, dos camponeses sem terra, dos indígenas e dos trabalhadores informais que ficaram à margem do progresso econômico e comercial da fronteira trinacional.

A Fundação Nosso Lar é uma das sementes deixadas pelo padre Arturo Paoli antes do seu falecimento, aos 104 anos de idade, em Lucca, sua cidade natal. Outras instituições igualmente criadas por ele em Foz do Iguaçu foram a Associação Fraternidade Aliança e a Associação Madre Terra, ambas voltadas para a missão de fazer o atendimento às famílias iguaçuense em condição de maior vulnerabilidade.

Ao longo desses anos, com altos e baixos determinados pela conjuntura nacional e local, a Fundação Nosso Lar procurou manter viva a memória do padre Arturo, dando continuidade à sua obra missionária com base nos valores que ele nos legou. Nos últimos dois anos, a FNL não pode fazer o atendimento presencial por conta da pandemia causada pelo SARS-CoV-2. É chegada a hora de virar essa página e, com os cuidados recomendados pela ciência, reabrir as portas da FNL às crianças e adolescentes.

No domingo próximo (13/02) se realizarão eleições para a Diretoria da Fundação Nosso Lar, gestão 2022-2025. A Chapa 1, já registrada e homologada nos termos do edital eleitoral, denomina-se “Chapa Arturo Paoli”. Mais do que nunca é necessário reunir esforços para promover a renovação da FNL, sobretudo agora, em face da dramática situação de vulnerabilidade social agravada pela crise econômica e sanitária. A diretriz de atuação da Chapa Arturo Paoli destaca a importância dos ensinamentos do missionário italiano:

“Trabalhar em prol das crianças e adolescentes da fronteira trinacional, com atenção redobrada para as que se encontram em situação de maior vulnerabilidade, atualizando os ensinamentos de Arturo Paoli à realidade social
contemporânea”.

São igualmente importantes as prioridades assinaladas pelos membros da Chapa Arturo Paoli, entre as quais se destacam:

  • Reabrir as portas da Fundação Nosso Lar para o atendimento presencial na medida em que os riscos de contágio da Covid-19 forem efetivamente se dissipando;
  • Desenvolver parcerias estratégicas para a captação de recursos junto a organismos e agências de cooperação nacional e internacional para assistência às crianças e adolescentes;
  • Recompor o quadro técnico de pedagogas, psicólogas, assistentes sociais e especialistas na assistência às crianças e adolescentes para o atendimento ao público alvo;
  • Criar espaços de participação efetiva das famílias atendidas para a discussão e gestão dos projetos de assistência futuramente desenvolvidos pela Fundação;
  • Restabelecer os vínculos com a sociedade civil, especialmente com entidades congêneres e organizações que integram a Rede de Assistência Social do município de Foz do Iguaçu;
  • Zelar pelo patrimônio e infraestrutura física mediante a recuperação e manutenção dos imóveis, veículos e equipamentos.

O grande desafio é conferir à Fundação Nosso Lar uma posição de destaque na linha de frente da assistência social em Foz do Iguaçu. Com disposição, diálogo e perseverança, os membros da Chapa Arturo Paoli acreditam que isto não só é possível, como é urgente e necessário Vida longa à Fundação Nosso Lar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *